Minhas Histórias

O Tesouro de Toledo

Quem visita Toledo, cidade medieval a 80 km ao Sul de Madrid, tem como primeira e obrigatória parada a sua imponente catedral, que demorou quase 300 anos para ser construída, a partir do começo do século XIII.  

Considerada uma das maiores catedrais da cristandade, é uma das mais importantes da Espanha.

Dentre as riquezas artísticas e arquitetônicas dessa Igreja, destaque para a pequena sala que abriga parte do tesouro da catedral. No passado, todo o tesouro ficava exposto mas, desde 1900, por questões de segurança, apenas uma amostra é aberta à visitação pública.

E mesmo neste pequeno universo, é possível destacar exemplares espetaculares da ourivesaria dos séculos XVI até início do século XX como os anéis e crucifixos de bispos e cardeais em ouro, prata, rubis, diamantes, ou esmalte.

Coroas da Virgem do Sacrário, padroeira de Toledo, também podem ser apreciadas. O ponto alto, entretanto, é a custódia gótica de ouro e prata, datada do século XVI. Com mais de três metros de altura e 18 quilos de ouro, sai pelas ruas de Toledo todos os anos, durante a celebração de Corpus Christi.

Infelizmente, a sala do tesouro abre esporadicamente. Portanto, torça para que, em sua próxima visita a Toledo, a encontre aberta.