The Bass Museum: alegria para a alma

Fui visitar o Bass Museum of Art, em Miami Beach, e saí encantada com duas exposições temporárias  deste pequenino museu.

 

 

“Art With a View” apresenta várias instalações gigantes da artista plástica italiana Paola Pivi, nome que acumula passagens pela Fundação Prada, Itália, no MoMA, em New York, e na Bienal de Veneza.

 

 

Surpreendente, enigmática e com forte apelo visual, a mostra de Pivi agrada a todas as idades. A começar pelos ursos polares em tamanho reais, revestidos com plumas tingidas em cores fluorescentes.  A artista, que vive no Alasca, quis simbolizar um pouco de seu habitat através desses ursos surreais, intimidadores e fofos ao mesmo tempo.

 

 

Confesso que a obra “Call Me As You wish”, uma sequência de placas de pérolas naturais, com fios que caem como cascata, é a minha preferida: jamais imaginei usar essa clássica gema da joalheria de maneira tão irreverente.

 

 

 

A outra exposição temporária do museu é a dos irmãos Haas. Os gêmeos Nikolai e Simon Haas – artistas e designers baseados em Los Angeles - possuem obras em coleções permanentes de museus como Cooper Hewitt e no Metropolitan, em Nova Iorque.

 

 

 

Seus trabalhos divertem pelas formas e intrigam pelos materiais utilizados.  São esculturas funcionais, móveis e objetos em miçangas, veludo, pele e bronze.

 

 

 

 

 

 

 

Do acervo permanente, merece destaque a obra “Welcome Wall”, de Pascale Marthine Tayou. São75 telas  de LED dando boas vindas em dezenas de idiomas diferentes.

 

 

O Bass foi fundado em 1964 e passou por uma reforma recentemente. Para quem ainda não conhece e está de viagem marcada para Miami, um ótimo programa. Com ou sem criança.

 

@thebassmoa

www.thebass.org

 

 

 

Mais posts

Procure em nossa loja