San Telmo, minha Disneyworld

Passei o último Domingo no local que costumo chamar de minha “ Disney”: a Feira de Antiguidades de San Telmo, em Buenos Aires. Desde 1970, esta é uma das melhores feiras da América do Sul, com mais de 200 expositores que se aglomeram na Praça Dorrego e nas ruas ao redor.

Além da feira, o bairro é reduto antiquariato, mobiliário de época, design, decoração e moda alternativa. O segredo é visitar San Telmo no Sábado, para se dedicar com calma ao garimpo nesses locais. Apesar de algumas lojas não abrirem, vale a pena fazer um primeiro reconhecimento do terreno. E, no Domingo, voltar para ver a feira propriamente dita. Nesse dia quase 100%  do comércio funciona normalmente.

Depois de mais de 20 anos frequentando a feira de San Telmo, acabei fazendo alguns conhecidos como Teresa Gargiulo, a rainha do botões antigos e Miguel do stand 148 (assim ele é conhecido) com uma boa seleção de costume jewelry.

A duas quadras da Praça Dorrego fica o Mercado de San Telmo, que mantém as instalações originais da época de sua fundação, em 1897.  Hoje funciona como mercado livre de frutas, verduras, temperos e patês da Patagônia, carnes e peixes, mas abriga também algumas lojas de roupas e acessórios vintage, brinquedos antigos e itens de época, como o espaço dedicado a móveis e objetos dos anos 1960.

Nesta minha última passagem pela Feira de San Telmo os preços estavam bem atraentes. Na hora de pagar, valia tudo: euros, dólares ou reais. E pesos, naturalmente!

 

Mais posts

Procure em nossa loja