Monogramas e iniciais: mania na moda e joalheria

Obtido através da sobreposição ou agrupamento de letras e símbolos gráficos, os monogramas existem desde a antiguidade, quando eram cunhados em moedas.  No renascimento, eram utilizados ​​como assinaturas de artistas em pinturas, esculturas e peças de mobiliário.

 Na época vitoriana, o uso dos monogramas simbolizava propriedade e status social. Assim como a nobreza,  a nova burguesia também tinha o hábito de monogramar desde suas porcelanas, até os lençóis e roupas pessoais como prova de sofisticação e classe.

 Atualmente, bolsas, carteiras, necessaires e pijamas costumam ter aplicados as iniciais e monogramas de cada um. Assim como nossas pulseiras de prata confeccionadas com botões antigos, que já viraram marca registrada de nossa grife.

 Tudo começou quando encontrei um botão com as iniciais IB numa feira de Atlanta, EUA, e tive a ideia de lançar a coleção de pulseiras com botões antigos monogramados. Desde então, não tiro o meu do braço, que coordeno com outras pulseiras e relógios.

Garimpados em antiquários e feiras pelo mundo, esses botões são encontrados com mais frequência nos Estados Unidos e Inglaterra pois são típicos da moda vitoriana e do começo do século XX.

O modelo do bracelete é simples e prático, já que pode aumentar ou diminuir, mediante o tamanho do pulso. Geralmente, são banhados a ouro amarelo 18k ou ródio.

Infelizmente, por se tratar de peças únicas e antigas, não temos disponíveis todas as letras do alfabeto. Porém, com sorte, é possível encontrar a sua ou a de alguém especial para presentear nesse Natal. Veja se você se encaixa em algum desses botões que hoje estão em nosso acervo e encomende já!

Mais posts

Procure em nossa loja