Joias mascaradas

Presença constante em minhas criações, as máscaras fascinam pelo mistério que carregam e atraem pela fisionomia que ostentam: ora divertida, ora sedutora.

 

 

 

 

 

Esculpidas em jade, ônix, madeira, ágata, olho de tigre, marfim e coral, ou moldadas em pasta de vidro, bakelite e celuloide, são objetos frequentes de meus garimpos.

 

 

Dependendo do tamanho, desenho anéis e brincos. Se as proporções são maiores, acabam virando pingentes, centro de colares ou braceletes.

 

 

 

 

Personagens do teatro Noh japonês, demônios tailandeses e budas chineses; divindades incas e aztecas; faraós egípcios e máscaras africanas estão entre os itens mais desejados por nossas clientes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Das peças que temos em nosso acervo, a minha preferida é um pingente de marfim com diamantes, turmalinas verde e rosa, formando uma coroa ao estilo moicano. Destaco ainda o anel com deusa tailandesa de pasta de vidro, esmeraldas e apatitas; e a sautoir de ouro, diamantes, ônix e máscara mexicana art déco de olho de tigre.

 

 

 

 

 

 

Na categoria “hors concours”, cito os brincos de diamantes, safiras, topázios azuis e botões de porcelana anos 1940, retratando um simpático casal oriental. Ou ainda a maxipulseira de ágatas verdes e perfil de princesa africana de bakelite com diamantes e rubis no penteado.

 

 

 

 

 

 

 

Vejam agora algumas de minhas criações com máscaras de madeira, marfim e prata, algumas delas já vendidas, outras ainda disponíveis em nosso acervo.

 

 

 

 

 

Mais posts

Procure em nossa loja